Viagem Patagonia-Carretera Austral 2013 – Dia 16 – 20/12/2013

Bajo Caracoles-RA a Cochrane-CH (396km / 200km ripio)

 

Hoje pela manhã eu e meus novos amigos queríamos conhecer a Cueva de Las Manos, e seria de  carro.

Pouco antes das 8:00h (local) o Português, um senhor aparentando seus 50 a 60 anos,  apareceu, mas o café da manhã demorou um pouco e acabamos nos atrasando.

No caminho de rípio de quase 50km, o pneu da caminhonete furou, mas chegamos a tempo para a visita com o grupo das 10h da manhã.

IMG75177

O passeio pela Cueva de Las Manos foi bem interessante, com muitas histórias contadas sobre as pinturas rupestres.

 

IMG75221 IMG75222 IMG75238 IMG75249 IMG75257 IMG75294 IMG75299 IMG75320 IMG75326 IMG75331 IMG75369 IMG75389 IMG75390 IMG75408 IMG75423

Após pouco mais de 1h, voltamos para Bajo Caracoles-RA, um vilarejo no meio do nada com 12 habitantes, mas com relativa boa estrutura (hotel, telefone, e as vezes internet).

IMG75452

Enquanto arrumávamos as coisas para sair o vento estava bem forte e preocupante. Eu estava muito apreensivo.

Tudo pronto, Martin ligou sua moto, na sequencia minha moto deu sinal de vida e a moto do Théo não quis ligar.  Tentamos encontrar o defeito, mas não teve jeito. Aparentemente era algo com a bomba de combustível da sua BMW F800.

Como era uma moto alugada, ele ligou para a empresa. Ele pediu que continuássemos, ele iria ficar por ali até chegar o apoio da empresa.

Despedimo-nos e seguimos apenas eu e Martin, sem nosso amigo Theo, foi muito frustrante deixar um amigo pra trás, mas “hay que seguir!”.

O vento estava terrível, e conforme o sentido dificultava muito a pilotagem.

IMG75463

Com certa dificuldade fomos levando as motos até Perito Moreno-RA e Los Antigos-RA, na divisa com o Chile, onde abastecemos e comemos algo.

Passamos pelas aduanas Argentina e Chilena, e partimos para o rípio. Pela frente teríamos 200km  e já era 5:50h da tarde.

No começo parecia uma estrada de  paralelepípedos, de tão compactada estava. Que permitiu andar rápido (entorno de 80 a 90km/h). A essa altura o vento pouco influenciava.

O Lago General Carrera foi nosso companheiro no lado chileno (no lado argentino chama-se Lago Buenos Aires), as paisagens eram espetaculares.

 

IMG75467 IMG75489 IMG75490 IMG75506 IMG75516

O ripio compactado foi ficando mais solto e as curvas eram perigosas. Outra coisa que incomodava eram “calaminas”  (as “costelas de vaca”, as marcas da motoniveladora na estrada).

Numa dessas curvas Martin e eu quase fomos atropelado por uma viatura da policia, que vinha “desgovernada” no sentido oposto.

Encontramos a Carretera Austral (Ruta 7), depois de rodar 130km. Eu e Martin nos separamos, segui para o sul  (Cochrane-CH) e ele para o norte (Puerto Tranquilo-CH).

Estava com bastante dificuldade com o rípio, e havia algumas obras na estrada que complicava ainda mais. Além de que, começou a escurecer.

IMG75528

Cheguei a Cochrane-CH  junto com a noite (22:30h – local), abasteci a moto e com um pouco de dificuldade encontrei uma pousada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s