Viagem Peru/Bolívia 2012 – Dia 21 – 26/12/2012

Dia 21 – 26/12/2012 – La Paz-BO a Potosí-BO/Uyuni-BO (564km)

Mapa

O dia começou cedo às 5:00h (Bolívia), arrumei as minhas malas sem energia elétrica (ter uma lanterna sempre é bom).

Depois de tudo acertado, às 6:00h me despedi do Sr. Eurelogio e parti para Oruro-BO.

A temperatura no centro de La Paz-BO estava em 7ºC segundo um painel. Para sair da cidade, tomei a mesma rodovia de acesso da chegada, a chamada “Autopista”, e segui já com certo congestionamento pelos 20km iniciais.

O tempo estava fechado e a chuva a qualquer momento me atingiria. Ao lado sempre uma nuvem descarregando água.

Segui num bom ritmo, até a entrada de Oruro-BO, ondei parei para abastecer a moto, encher o galão reserva de 3l (que herdei do socorro do Fabrício ainda no Brasil) e comer algo, era 9:30h da manhã. No posto de combustível havia um som ambiente, com hits de rock ‘n’ roll, quase fico por ali mesmo.

Voltando a estrada, demorei quase meia hora para atravessar a cidade de Oruro-BO e seguir para Potosi-BO, o trânsito para variar estava intenso.

Poucos quilômetros de Oruro-BO, passei por um motoqueiro (sem uma mala lateral) e uma caminhonete (aparentemente de apoio), eles estavam num ritmo bem mais tranqüilo.

DSC51703

DSC51712

DSC51717

Em Challapata-BO, parei num trevo que vai direto para Uyuni-BO e que passa primeiramente em Potosi-BO. Como as informações estavam contraditórias sobre o estado da rodovia da primeira opção (com ou sem asfalto). Resolvi não arriscar  e seguir para Potosi-BO. O problema era que estava muito feio tempo de chuva neste sentido. Paciência, eu coloquei a capa de chuva e que viesse o que Deus quisesse.

Os primeiros 100km desde Challapata-BO foram de leve chuva e muito frio. O sol ficou voltou por mais uns 50km e depois não teve jeito. Passei pela pior chuva, e com direito a granizo.  Como na direção que estava indo estava aparentemente melhor (nuvens mais claras), resolvi seguir com cautela, mesmo “pisando” sobre o gelo (se ficasse uns dos lados da chuva inevitavelmente passaria por alo). Foram uns 15min. de tensão. Na seqüência o tempo  abriu novamente e segui para Potosi-BO.

DSC51750

DSC51759

Esta região era belíssima, uma pena não estar nos melhores dias para aproveitar as paisagens um pouco melhor. Quem sabe em outra oportunidade.

DSC51768

DSC51772

DSC51783

DSC51788

DSC51796

Na entrada da cidade parei para abastecer e encontrei um motoqueiro de Medianeira/PR-BR que estava seguindo com outros dois em sentido contrário. Alertou-me sobre um radar a 20km dali na rodovia sentido a Uyuni-BO.

Resolvi ficar em Potosi-BO, a cidade mais alta do mundo com seus mais de 4000m.s.n.m., contratar uma agência para ir até Uyuni-BO. Assim pouparia a Lis e um precioso tempo para seguir para Argentina nos dias seguintes.

Depois de me instalar em um hostal (15:25h) (Hostal Santa Maria / Av. Serrudo, 244),  fui ao centro e a uma agência para contratar os serviços.

Tomei um “chá de cadeira”, a senhora responsável por organizar o passeio demorou a retornar a sua agência.

Enfim, acertei o pacote de um dia para o Salar de Uyuni. O problema era que teria que tomar um ônibus para Uyuni-BO  às 19:30h e era 18:00h e ainda tinha que jantar e arrumar as malas para viajar.

Estava faminto, sem café da manhã e almoço, segui caminhando para a rodoviária, acertei a passagem na empresa de ônibus e fui a um “restaurante” ao lado para “jantar”, frango e batata frita com arroz. Era o prato mais simples que comi em toda a viagem, mas estava ótimo pelas circunstâncias.

A viagem de mais de 4h até Uyuni-BO não foi das melhores. Talvez pelo meu cansaço, o ônibus estava com um cheiro estranho e alguns indivíduos ligaram seus celulares com som alto. Teve até um pequeno show de uns meninos, para pedir dinheiro ao final (mas estava quase pagando para ele pararem de cantar, a sorte foi que durou apenas 2 músicas).

Haja paciência, minha sorte foi o U2 que me salvou. Coloquei o fone de ouvido e tudo ficou bem melhor. Exceto quando alguns passageiros passavam trombando no meu ombro.

O ônibus fez uma parada em Vila Vila, e aí complicou um pouco mais. Alguns passageiros retornaram ao ônibus trazendo comida e o cheiro que não era dos melhores ficou ainda pior.

Enfim cheguei ao hotel quase a 1:00h da manhã, muito cansado!!!

 

GASTOS NO DIA – 786,00 BOL (R$ 257,77)

165,00 BOL – Combustível DL650 V-Strom (44513km – 14,981+2,879l – BOL/l 9,25) Oruro-BO (R$ 54,55)
157,00 BOL – Combustível DL650 V-Strom (44840km – 17,000l – BOL/l 9,25) Potosi-BO (R$ 51,9)
243,00 BOL – Passeio Salar Uyuni US$35,00×6,93 (R$ 80,33)
45,00 BOL – Onibus Potosi-Uyuni (R$ 14,88)
160,00 BOL – Hotel Potosi (Hostal Santa Maria) 2xDiárias (R$ 51,01)
10,00 BOL – Jantar (Frango Frito+Batata Frita+Arroz) (R$ 3,19)
5,00 BOL – Coca (R$ 1,59)
1,00 BOL – Taxa Embarque (Rodoviaria) (R$ 0,32)

Uma resposta para “Viagem Peru/Bolívia 2012 – Dia 21 – 26/12/2012

  1. Uhm tu viaje me encanta y las experiencias seran para no olvidarlas me gusto mucho cuando dijiste que casi pagaron para que dejaran de cantar..jijijijj y si tienes razon un viaje con personas y comida interior es un caos y mas aun cuando estas cansado ..pero felicidades eres un gran aventurero ya que siempre tendra mas que dar ..abrazos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s